La-Niña pode retornar em outubro

No mês de maio de 2021 veio a confirmação do encerramento do período da La Niña por diversos centros de monitoramento do clima. Porém, modelos matemáticos de previsão vinham apontando para que as águas no Oceano Pacífico Equatorial - região onde o índice é calculado - continuariam com uma tendência de resfriamento ao longo dos próximos meses, mas dentro da normalidade climática. Ainda assim, alguns cenários das últimas projeções sobre a condição das temperaturas do oceano, mantém o padrão de neutralidade no período de inverno no Brasil. Esta condição segue até pelo menos até Outubro de 2021, porém com a tendência persistente de águas mais frias na região do Niño. 

 

Vale ressaltar que, La Niña é um fenômeno que produz um resfriamento em grande escala das águas da superfície oceânica nas partes central e oriental do Pacífico equatorial, além de mudanças nos ventos, na pressão e nas chuvas.

Apesar das águas do pacífico estarem em uma condição de neutralidade, a média contínua de 3 meses na região Niño para Abril, Maio e Junho de 2021 (AMJ), ainda representa um período de La Niña. De acordo com a imagem abaixo,  os períodos recentes de águas quentes (Niño), na cor vermelha, e frias (Niña), na cor azul, com base em um limite de 0,5 ºC para cima e para baixo. Os períodos são coloridos em azul ou vermelho somente quando o limite é atingido por um mínimo de 5 temporadas consecutivas. 

Desta forma, seguindo a tendência dos últimos trimestres e ao o que os modelos de projeção climática estão apontando, as condições caminham para a configuração do retorno da La-Niña entre Outubro e Novembro. Mas ainda com temperaturas na região do Niño dentro da neutralidade climática. 

 

O AGROTEMPO reuniu na íntegra as informações dos diferentes centros, veja: 

BOM (Australiano)
O El Niño está atualmente neutro. A maioria dos modelos climáticos internacionais pesquisados pelo Bureau prevê que o Niño esfriará durante os próximos meses, mas variam no grau de resfriamento que eles projetam. Três dos sete modelos pesquisados prevêem que o Niño alcançará ou excederá os limites para configuração de uma La Niña entre Setembro e Dezembro. Os quatro modelos restantes prevêem um padrão ENSO neutro para continuar até o final de 2021. 

IRI (Global)
Em meados de julho, as temperaturas da superfície do mar no centro-leste do Pacífico eram -0,1 graus C diferentes da média. A evolução de algumas variáveis atmosféricas são consistentes com as condições neutras, mas outras sugerem um resfriamento nos próximos meses. A grande maioria das previsões dos modelos prevêem que as temperaturas da superfície do mar permaneçam quase normais durante o inverno, e cerca de metade dos modelos dinâmicos prevêem condições quase normais ao longo de todo o período de previsão. Semelhante à nova perspectiva oficial do CPC / IRI emitida no início deste mês, essa perspectiva objetiva exige que o Niño neutro persista pelo menos até agosto-setembro-outubro, com maior incerteza no final do ano. 

 


NCEP (Norte Americano)
A condição atual do Niño é de neutralidade climática. As temperaturas da superfície do mar equatorial estão próximas da média na maior parte do Oceano Pacífico. O Niño neutro é favorecido durante o inverno e a primavera (51% de chance para a temporada de agosto a outubro), com La Niña potencialmente emergindo durante a temporada de setembro a novembro e durando até o verão de 2021-22 (66% de chance durante Novembro a janeiro). A condição futura é para o monitoramento da La-Niña.

 

Fonte: AGROLINK

Leia Também

Dia da Bioproteção quer estimular biológicos

Dia da Bioproteção quer estimular biológicos

Dia da Bioproteção quer estimular biológicos

Leia Mais
24 Set
TOMATE/CEPEA: Rentabilidade é positiva pelo 3° mês consecutivo

TOMATE/CEPEA: Rentabilidade é positiva pelo 3° mês consecutivo

TOMATE/CEPEA: Rentabilidade é positiva pelo 3° mês consecutivo

Leia Mais
23 Set
HORTIFRUTI/CEPEA: Mapa da produção de alho no Brasil

HORTIFRUTI/CEPEA: Mapa da produção de alho no Brasil

HORTIFRUTI/CEPEA: Mapa da produção de alho no Brasil

Leia Mais
22 Set
Site Desenvolvido por
Agência UWEBS Criação de Sites